segunda-feira, 7 de julho de 2014

Nenhum de vós é capaz de compreender as Leis Divinas



Nenhum de vós é capaz de compreender as Leis Divinas
Quinta-feira, 26 de junho de 2014, 14h00.

Minha querida e amada filha, vós nunca deveis acreditar que a Minha Palavra, dada ao mundo através destas Mensagens, será aceite com facilidade. Aqueles que não as aceitam lutarão ao longo do tempo para deixarem estas Mensagens e tudo o que Eu lhes peço. Em vez de viverem as Mensagens e de adaptarem as suas vidas de acordo com elas, eles questionarão e questionarão cada Palavra que sai da Minha Sagrada Boca. Se fizessem o inverso, aderindo aos Meus Ensinamentos, que nunca mudam, então eles servir-Me-iam melhor.

Nenhum de vós é capaz de compreender as Leis Divinas, que vêm do Meu amado Pai. Quando vós tentais analisar os Mistérios da Santíssima Divina Trindade, vós falhais, pois nada disso é para a vossa compreensão Qualquer um de vós que acredite que deve compreender os acontecimentos que levaram até e para além da Minha Segunda Vinda, deve saber isto. Eu revelo certos eventos apenas para vos ajudar a preparar as vossas almas. As Minhas Revelações não vos são dadas para causar sensação, controvérsia ou ódio entre vós, porque Eu nunca infligiria tal confusão. A confusão entronca numa falta de confiança em Mim e numa ardente curiosidade humana, o que é compreensível. Vós deveis, simplesmente, permanecer fiéis à Minha Santa Palavra - que é tudo o que Eu peço.

Eu vivi uma vida simples, quando Eu andei a Terra. Eu ensinei a Minha Palavra de uma forma simples, para que os Meus Ensinamentos fossem compreendidos por todos. Eu mostrei a Minha aversão aos que professaram representar Deus e cujo dever era assegurar que os Dez Mandamentos fossem homenageados. No entanto, esses homens eruditos encheram-se de orgulho, usaram enfeites e alardearam as suas posições dentro do Templo de Deus. Tão intencionados eles estavam nos seus atos de afirmação; ordenando; admoestando os pobres, os humildes e ignorantes; que se esqueceram de um facto importante. O seu papel era o de servir a Deus. E para servir a Deus, eles tinham de servir os Seus filhos. Em vez disso, eles exigiram respeito; procuraram adulação e cobiçaram uns aos outros as posições de poder que existiam na hierarquia dentro dos Templos. Em nenhuma fase Eu encorajei o sensacionalismo, embora a Minha Palavra, entregue às massas, ainda que de uma forma muito simples, criasse controvérsia. Apenas a Palavra de Deus, que é simples e franca, pode ofender desta maneira. A Verdade cria divisão em muitas pessoas porque elas não a podem encarar. No entanto, é apenas com a Verdade - a Palavra de Deus -, que necessitais de vos preocupar. Analisar a Minha Palavra ou argumentar acerca do significado da Verdade e fazer sensação com a Palavra de Deus, é um desperdício do vosso tempo. É muito melhor servir-Me, servindo os outros em Meu Nome.

Não tenhais medo da Verdade; não a rejeiteis; descarteis ou crieis novas interpretações dela. A Verdade permanece como sempre foi. A Minha Palavra é a Minha Palavra. O que Eu disser Será. A Vontade de Deus não pode ser adulterada. Aceitando a Verdade, ela irá trazer-vos clareza de mente; paz dentro das vossas almas e um desejo de serdes obedientes à Minha Palavra - como é devido - em todos os momentos. Não há nada que vós possais adicionar, pois ela permanecerá intacta por toda a eternidade.

O Vosso Jesus.


Fonte: The Warning Second Coming: www.thewarningsecondcoming.com.



Nenhum comentário:

Postar um comentário