terça-feira, 4 de novembro de 2014

Mãe da Salvação: O meu papel como Mãe dos filhos de Deus está a ser debilitado



Mãe da Salvação: O meu papel como Mãe dos filhos de Deus está a ser debilitado
Segunda-feira, 27 de outubro de 2014, 16h20min.

Minha filha, é importante recordar a recitação do meu Santíssimo Rosário todos os dias, para proteger esta Missão, e outras missões, sancionadas pelo meu Pai Eterno para o mundo.

Os Cristãos que defendem a Fé entenderão que é muito difícil continuarem a declarar a sua devoção a mim, a Imaculada Virgem Maria, Mãe de Deus, nestes tempos. O meu papel como mãe dos filhos de Deus está a ser debilitado e descartado, e, em particular, por certos grupos Católicos que não vem do meu Filho. Esses grupos aparentam ser devotos da Igreja do meu filho, mas eles não praticam o que Ele ensinou. Eles perseguem aqueles que defendem a Verdade e vão ao extraordinário limite de afastar, por absurdo, toda a espécie de revelações privadas dadas à humanidade desde a Morte do meu Filho na Cruz. Se não fosse pelas revelações privadas, dadas ao mundo por mim, a Mãe de Deus, como mensageira de Cristo, muitos nunca se teriam convertido à Verdade. Em vez disso, muitos teriam continuado a caminhar na escuridão, afastando a Existência de Deus e evitando a oração - a porta que, quando aberta, ilumina a alma. O meu papel como Mãe de Deus está a ser atacado em todo o mundo, por causa do poder que me foi dado para destruir o perverso adversário. Eu esmagarei a cabeça da serpente, como predito, mas, aqueles que me mostram devoção, serão desprezados e ridicularizados pelos impostores que se atrevem a proclamar-se especialistas nos ensinamentos da Igreja.

O meu Filho abomina qualquer tipo de ódio mostrado pelo homem para com o seu irmão. Ele derrama lágrimas quando alguém diz representar a Igreja do meu Filho, e, em seguida, incentiva ao ódio contra um filho de Deus. Ele sofre a dor da Sua Crucificação de cada vez que um servo da Sua Igreja magoa um outro ou causa um sofrimento terrível aos inocentes.

Filhos, vós deveis orar fortemente pela Igreja do meu Filho, que está sob o maior ataque desde a sua fundação. Os inimigos do meu Filho têm muitos planos para destruí-la e, a maioria deles, virá de dentro. Prestai atenção ao meu aviso, e aquilo que eu revelei ao mundo em Fátima. O inimigo aguarda e, em breve, ele controlará completamente a Igreja do meu Filho na terra e milhões serão levados ao engano.

Fechai os vossos ouvidos quando ouvirdes os servos do meu Filho a serem desprezados ou caluniados por defenderem a Palavra de Deus. Lembrai-vos sempre que de Deus vem somente amor e que, qualquer pessoa ou organização que vos encoraje a fazer um julgamento sobre um homem - independentemente do que ele tenha feito -, deve ser questionada. Vós não podeis declarar-vos como sendo um servo de Deus e, em seguida, dizer ao mundo para lançar calúnias sobre outra pessoa. Vós nunca podeis tolerar a incitação ao ódio, de qualquer espécie. Qualquer pessoa que faça isso, em Nome do meu Filho, nunca deve ser encorajada, porque isso nunca pode vir de Deus. O meu Rosário deve ser recitado, tão frequentemente quanto possível, para esmagar o mal que aperta o mundo num tempo em que a crueldade de qualquer espécie é considerada como justa.

O amor do homem para com o seu irmão tornou-se escasso e a caridade entre os Cristãos tem-se diluído. Vós deveis abrir os olhos para a Verdade e lembrar-vos do que o meu Filho vos ensinou. É tão claro como o dia, porque foi escrito para o mundo ler na Santíssima Bíblia.

A Vossa amada Mãe, Mãe da Salvação.


Fonte: The Warning Second Coming: www.thewarningsecondcoming.com.



Nenhum comentário:

Postar um comentário