terça-feira, 2 de dezembro de 2014

A terra, infestada pelos seus maus caminhos, gemerá de dor



A terra, infestada pelos seus maus caminhos, gemerá de dor
Segunda-feira, 24 de novembro de 2014, 15h30min.

Minha querida e amada filha, como Eu necessito de tanto conforto neste momento em que muitos se afastaram de Mim. As Minhas Lágrimas fluem em grandes torrentes, uma vez que o exército de Satanás, infestado com um dos seus demônios mais vis, Jezebel, tem tentado muitos daqueles que professam representar-Me. Como eles se têm esquecido tanto e quão pouco eles se recordam da Minha Promessa de vir de novo.

O tempo da Minha Segunda Vinda está a ficar muito próximo e o exército de Satanás reuniu um número enorme, pronto para fazer a batalha com aqueles que Eu chamo de Meus Próprios. Este exército perverso será liderado pelos Meus inimigos e não há nada que eles não façam para tentar levar o mundo a acreditar nas suas falsidades. Falando em Meu Nome, eles levarão com eles homens e mulheres santos e tornar-se-ão numa força a reconhecer. Adotados com muito gosto por um mundo secular, eles mudarão a face da terra e, no seu alvorecer, causarão destruição.

A terra, infestada pelos seus maus caminhos, gemerá de dor e isso será testemunhado por uma grande revolta. Cada ato perverso de profanação que eles inflijam ao Meu Corpo, manifestar-se-á através de mudanças no clima, falhas nas colheitas, mudanças na atmosfera e por um dilúvio de tal magnitude que haverá poucas nações da terra que não sejam tocadas pelas suas ações. O Meu Pai infligirá grande sofrimento sobre eles.

Por todos aqueles que eles condenem em Meu Nome, eles serão também condenados. Por cada ato de dor que eles provoquem aos filhos de Deus, eles sofrerão também a mesma dor. O inferno levará milhões deles, em resultado de uma punição que será semelhante aos fogos que ardem diariamente no abismo eterno.

Os Portões de Paraíso serão batidos nas suas faces e eles gritarão de agonia quando, no Último Dia, ficarem cegos pela Minha Luz. Eles fugirão, como covardes que são, e tentarão encontrar refúgio na Minha Justiça, mas eles não encontrarão lugar algum de conforto. Cegos, eles correrão, cairão, e não haverá lugar algum para eles irem. Deixados para trás, porque nenhum deles terá a força ou a força de vontade para pedir a Minha Ajuda, porque eles cortaram toda a vida que poderiam ter tido, mas da qual não podem mais beneficiar.

Ouvi-Me agora, visto que Eu declaro, solenemente, que o homem que vive pela Minha Palavra e que se mantém leal a Mim, nada tem a temer. O homem que Me ofende e que, firmemente, fecha a porta ao Meu Reino, será lançado fora.

O Vosso Jesus.


Fonte: The Warning Second Coming: www.thewarningsecondcoming.com.



Nenhum comentário:

Postar um comentário