terça-feira, 15 de setembro de 2015

É o pecado do aborto que fará cair muitas nações, e por ele serão punidas severamente

Domingo, 29 de julho de 2012, 20h10min.

Minha querida e amada filha, a apostasia no mundo confunde os filhos de Deus sobre a existência do pecado.

Muitas almas, quando pensam no pecado, de imediato acham que o mais grave é o pecado do assassinato.

O pecado tem muitas formas. Porque, infelizmente, os pecados deixaram de ser faltas ou marcas, as quais são agora simplesmente consideradas como uma fraqueza natural. Muitos já não acreditam no pecado.

O aborto, a seguir ao assassinato de um irmão, é a maior forma de genocídio no mundo. Porém, não apenas é tolerado, como são feitas leis nas vossas nações que o considerem uma necessidade.

É pelo pecado do aborto que muitas nações cairão e por ele serão punidas severamente.

O aborto, é um ato desprezível e destrói gerações de filhos de Deus que não se podem defender.

Ninguém que mate um filho de Deus evitará uma punição severa.

A Ira do Meu Pai será testemunhada por essas nações que têm o aborto legalizado, durante o Castigo.

Eles serão eliminados e nenhuma compaixão lhes será mostrada, assim como eles não mostram remorso por este pecado mortal quando toleram a morte dos filhos de Deus no ventre materno.

Eu chamo a todos aqueles que ardilosamente tentam menosprezar o aborto, como algo que é necessário para proteger os direitos de uma mãe.

As mentiras que são utilizadas para camuflar a atrocidade do aborto, desafiam a Lei de Deus.

Por esse pecado, qualquer artífice da lei, médico ou qualquer pessoa que contribua de alguma forma para esse ato abominável, é culpado aos olhos de Deus e sofrerá a punição adiante.

Para os que toleram a execução, Eu digo isto.

Vós, que condenais um homem à morte, sois culpados do mesmo crime de que ele pode ser culpado.

Vós sois culpados de assassinato, o que significa um pecado mortal. Vós não tendes o direito de tirar uma vida. Ou de julgar. Só Eu, Jesus Cristo, tenho o direito de julgar.

Qualquer pessoa que contribua para a morte de um assassino, através do Ato de execução, sofrerá o fogo do Inferno por toda a eternidade, a menos que se arrependa.

Muitos de vós acreditais na lei “olho por olho”. Como estais equivocados. Vós não aceitais os Mandamentos de Meu Pai? Não matarás.

Não matarás, também, se aplica a esses exércitos agressivos que marcham em terras que não lhes pertencem, a fim de as controlar.

Aplica-se aos exércitos que atiram e matam as almas inocentes. Tudo isso é assassinato. É contra a Lei de Meu Pai.

Pecados como a ganância, luxúria, falar mal dos outros, enganar as pessoas sobre os seus direitos, vingança e calúnia, esses lideram todos os demais pecados.

Eles tornaram-se aceitáveis no vosso mundo de hoje, porque o vosso grande amor é por vós próprios.

A mentira, que vós tendes sido forçados a engolir pelos vossos falsos mestres, a auto-satisfação, é o caminho para o pecado.

Foi-vos dito que deveis usar o vosso tempo a satisfazer a vossa fome de riqueza. Foi-vos dito que deveis cuidar de vós mesmos – que vós sois a pessoa mais importante das vossas vidas. Que tudo deveis tentar para satisfazer todos os vossos sentidos. Tudo o mais vem em segundo lugar.

Isso, leva à ganância, egoísmo, luxúria, e então vós podeis ser seduzidos a cometer o pecado mortal.

O Pecado é agora aceite nas vossas nações como nunca antes.

Serão introduzidas leis que legalizam o pecado mortal e ai daqueles que se opuserem.

Aqueles que defendem essa iniquidade dirão que essas leis protegem os vulneráveis quando, na verdade, tudo que elas fazem é legalizar o assassinato, o aborto, o casamento homossexual e a idolatria dos falsos deuses.

Eles toleram a perseguição dos pobres e afastam-nos das ruas para os tornarem indigentes.

Eles vão criar leis para vos forçar a deixar de praticar a vossa religião. Ao fazê-lo, vós estareis a infringir a lei – um pecado aos olhos deles.

Como Eu vos disse antes, o vosso mundo é tão cheio de inverdades que o bem é apresentado como mal e o mal é apresentado como bom.

O vosso mundo está às avessas e, como resultado, floresce o pecado.

Eu exorto-vos a voltardes a estudar os Dez Mandamentos. Obedecei-Lhes e vivereis como se espera de vós aos olhos de Meu Pai.

Quebrai os Mandamentos e vós pecais. Argumentai que certos pecados estão bem e vós desafiais o Meu Pai.

A obediência às Leis de Deus é fraca e frágil no mundo, neste momento.

A muitos dos filhos de Deus não têm sido ditas com firmeza, pelos Meus servos sagrados, as consequências do pecado. A tolerância ao pecado, é o maior pecado de todos.

A tolerância é uma mentira astuciosa colocada nas mentes da humanidade pelo rei da mentira, Satanás.

A tolerância é uma outra maneira de justificar o pecado, de acordo com a fraqueza do homem, para a sucumbir à tentação de Satanás.

Acordai e aceitai o pecado pelo que ele é.

Discuti entre vós e defendei todos os pecados que quiserdes, mas isso nunca será aceitável aos Olhos de Meu Pai.

Para entrar no Paraíso, vós deveis estar livres do pecado.

Para vos tornardes livres do pecado, deveis arrepender-vos.

Para vos arrependerdes é preciso antes de tudo aceitar os Dez Mandamentos.

Então, vós deveis mostrar remorso verdadeiro.

O remorso verdadeiro só pode ser sentido por aqueles que se humilham diante de Mim.

Só então poderá ser perdoado o pecado.

Só então as almas estarão aptas para entrar no Reino de Meu Pai.

O Vosso Salvador, Jesus Cristo.




Nenhum comentário:

Postar um comentário